sábado, 20 de junho de 2015

Vereador Pelé divulga nota sobre medidas anunciadas pelo prefeito de Cedro-PE

O prefeito de Cedro-PE, Josenildo Leite Soares, anunciou esta semana uma série de medidas, alegando ser um ajuste do município à crise econômica instalada no país. Ao todo, foram anunciadas 12 medidas, entre elas, suspensão do uso de diárias para o prefeito, vice-prefeito e secretários; reduzir em 50% as contratações de pessoal e utilizar ambulâncias apenas em casos necessários.
Confira a nota do vereador:
As “medidas” anunciadas pelo Prefeito de Cedro, alegando ser um ajuste do Município à crise econômica instalada no país, nada mais é que uma comprovação da incapacidade de sua gestão.  Um Governo que não tem planejamento e muito menos clareza do papel de gestão pública.
Passo a comentar algumas das “medidas” anunciadas:
Recomendar aos secretários e diretores de repartições que economizem energia (apagar lâmpadas e desligar equipamentos que não estejam em uso): Essa recomendação deveria ser uma constante no serviço público. Uma boa gestão pensa na economia de energia não apenas para redução de gastos, mas, sobretudo para que o  Planeta viva melhor. Reduzir o uso de energia é marca de governo austero e proativo e não de quem faz isso por uma ocasião momentânea;
Suspender o uso de diárias para Prefeito, Vice Prefeito e Secretários: A diminuição de gastos com diárias deve acontecer sempre.  As diárias tem sido uma válvula de desperdício do dinheiro público. Basta lembrar que isso foi motivo de rejeição e posteriormente ressalva na Prestação de Contas do Prefeito, no ano de 2012, quando nos últimos oito meses daquele ano, o prefeito se utilizou, sem comprovação, de 80 MIL REAIS, só em diárias. Percebia em diárias, mensalmente o mesmo valor do seu salário. Em 2014, as diárias do Prefeito somaram mais de 102 mil reais. De 2012 a 2014 somente o Prefeito gastou em diárias mais de 300 mil reais. Esse valor daria para contratar vários médicos para atender a população durante todo ano.  A falta de medico tem  sido um problema grave;
Reduzir em 50% as contratações de pessoal: O município já tem uma folha alta de contratos temporários e cargos comissionados, mais contratações seria impossível. Essa medida é apenas para maquiar o descaso e justificar o não cumprimento das promessas de empregos, feitas diariamente;
Recolher os carros oficiais aos finais de semana e feriado: Essa medida só ressalta cada vez mais o que temos denunciado: Os carros da prefeitura são utilizados como privados, em passeios e em outras atividades particulares. Esse tem sido um dos motivos de o Prefeito não cumprir a lei que obriga a colocação de identificação nos carros oficiais. Sem identificação fica fácil a utilização dos veículos para outras finalidades que não em uso da municipalidade;
Desconto de salários de servidores que não cumpram a sua carga horária prevista: Essa medida é no mínimo engraçada. Quer dizer que fora do período de medidas, o servidor pode não cumprir a carga horaria?  E não tem salario descontado? Que modelo de gestão!
Utilizar ambulâncias apenas em casos necessários: Se as ambulâncias são utilizadas sem necessidade, isso é incompetência da gestão. Como acreditar que estamos em crise, com redução de gastos e anuncia uma grande festa para o mês de julho? Festa é para ter, sim. O que não se pode é mentir pra o povo e deixar a população desassistida dos serviços essenciais, como a utilização de ambulâncias.
O Prefeito sabe usar carro de som para amedrontar a população, mas é bom que se pergunte porque não utiliza o mesmo carro de som para dizer ao povo quanto o Cedro recebe de recursos do Governo do Estado e do GOVERNO FEDERAL e onde são empregados. Só para ter uma ideia, o município recebeu, apenas do Governo Federal, em 2014 mais de 20 MILHÕES DE REAIS e até abril deste ano já havia recebido mais de 7,5 MILHÕES DE REAIS. Esses e outros dados estão a disposição de todos, no Portal da Transparência do Governo Federal;
Tem que ser transparente. Tem que dizer ao povo onde se gasta tanto dinheiro.  Chega de conversa bonita e de culpar os outros entes pela incompetência da gestão. Aproveita-se da crise para justificar o descaso com o dinheiro público;
É importante que se diga ao povo o motivo do Prefeito não enviar ao Vereador Pelé as planilhas das licitações da merenda escolar, do transporte escolar e dos medicamentos que o vereador solicita constantemente. Tendo que haver um mandado de Segurança na Justiça pra isso. Se esconde é porque tem algo errado. Por que a Prefeitura não tem um PORTAL DA TRANSPARÊNCIA?
O Prefeito lança esse “pacote de medidas”, alegando que precisa reduzir os gastos, mas saibam que somente este ano já foram dobrados salários de vários funcionários aliados ao prefeito. Salários que pularam de R$ 1.500,00 para R$ 3.00,00, por exemplo. Ainda, no meio da tal crise o prefeito envia para a Câmara de Vereadores a criação de cargo efetivo para contemplar aliados seus. Isso é uma vergonha!
Para se comparar, vamos lembrar os anos anteriores: Não foram anos de crise. E Porque não tinham médicos? Porque não tinham remédios essenciais na Farmácia Básica e nos PSFs? Porque não aconteciam os serviços básicos da população?
São perguntas que precisam ser respondidas. A população não é boba e não aceita mais esse tipo de argumento fraudulento e sem consistência.
Nota: Comunidado do Vereador Pelé

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...