quinta-feira, 28 de maio de 2015

CEDRO FAZ REUNIÃO PARA DISCUTIR AÇÕES EM DEFESA DOS JOVENS E CRIANÇAS

        A cidade de Cedro-PE, interior do estado, recebeu na última semana um encontro que visa o combate a exploração sexual e abuso aos direitos da infância e juventude das crianças do município. 

         A reunião que ocorreu no último dia 18 de maio, numa segunda-feita, na Câmara de Vereadores de Cedro-PE. No encontro foi debatido essa super exposição que hoje em dia as crianças estão sendo bombardeadas com várias informações e por todos os lados e mídias. 

         Até a alguns anos atrás era muitos complicado ter acesso a certos matérias de conteúdo adulto ou não adequado a certas idades e até de certa forma o combate era mais fácil. O acesso sem limites a internet e aplicativos de comunicações como as redes sociais deixou esse tipo de conteúdo mais próximos aos jovens e conseguintemente a sua própria exposição. No mundo da internet o que as pessoas mais querem é serem atenção, ser vistas, amados, ter vários seguidores, curtidas, viws.  Não só na internet, mas também desde sempre as músicas como ditas "populares" sempre trazem um duplo sentido onde deixa as crianças expostas as ações descritas nesses ritmos. E para eles não há outro lugar melhor no mundo se não for online.

           No encontro foi questionada as ações recentes na cidade, em casos de acusações de abuso e como poderiam ser tomadas medidas de combate essas futuras ações. Várias autoridades como Secretários Educação, Esporte e Cidadania, entre outros, como o Prefeito Municipal e um representante da Justiça e membro da comarca de Serrita-PE de deu os rumos das ações daqui para frente. 

           Uma das maiores "teclas" a ser batida na reunião foi em virtude dos Pais. Os Pais como tutores e responsáveis legais sobre a criança tem o dever de proteger e cuidar dos interesses do mesmo. Foi dito também para os Pais terem as medidas necessárias como entra em contato com o Conselho Tutelar, fazer denuncias a Justiça, entre outras ações de defesa. Os tutores também estão sobre medidas leias de processo: como abandono, descaso, exploração, etc. Ações podem fazer-los perderem aguardas e até serem presos. Na reunião ficou acertado uma ação conjunta entre os órgãos e municipais, autoridades policiais e comunidade no combate e garantir os direitos desses jovens. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...