domingo, 30 de agosto de 2015

Crise econômica chega à feira livre de Salgueiro-PE

Neste sábado, 29, a feira livre de Salgueiro-PE começou a mostrar os sinais de que a crise econômica chegou à mesa da dona-de-casa sertaneja. Era costume observar um movimento elevado de pessoas circulando e comercializando no local, mesmo com a instalação de supermercados na cidade.
O máximo que se ver hoje são pessoas comprando apenas o necessário, até palma de banana está sendo difícil vender: “Tire aí umas oito bananas pra mim”.
“Eu só tenho R$ 1,50 dá pra levar quantas laranjas?”, “Bote só um mercado de alho”, “Não, eu não vou levar batatinha hoje, não”, essas foram frases que se ouviram no Mercado Público e na feira. Antes, a história era bem diferente: “Estas laranjas estão tão bonitas, eu vou levar R$ 2”.
O negócio está feio, quanto mais bocas alimentarem a crise política, estarão aumentando a crise econômica e mais barrigas passarão fome no sertão.
Fica a pergunta: O povo não sabe que “quem semeia vento colhe tempestade”?
Redação Radar Net

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...